0
Acções
Pinterest Google+

Você já, por um momento, pensou em como seria se não houvesse carros? Ter que caminhar para o trabalho, acompanhar seus filhos à escola a pé e praticamente fazer todas as suas tarefas a pé? Muito difícil, não é?

A importância que os carros têm em nosso dia a dia não pode ser subestimada. O movimento de um local para outro em terra é uma brisa, graças a tê-los por perto.

Um carro moderno típico tem mais de sessenta sensores instalados para garantir uma direção segura e eficiente, caso você não saiba.

No entanto, uma ligeira interrupção desses sensores pode resultar na iluminação de várias luzes de erro no painel. Embora as luzes de erro como a luz do pneu de baixa pressão possam ser ignoradas, algumas são bastante críticas, como a luz de potência reduzida do motor, que não pode ser ignorada.

Neste post, veremos o que significa potência reduzida do motor, suas causas e algumas soluções para o mesmo.

Motor de potência reduzido? Aqui está o que você precisa saber

A redução da potência do motor significa simplesmente que seu carro não tem a capacidade necessária para acelerar adequadamente e funcionar de maneira ideal.

Quando isso acontecer, você notará que a luz do motor acende. Nesse caso, a unidade de controle do motor do seu carro, comumente conhecida como o? Computador do carro ?, aciona o modo de potência reduzida para evitar danos ao motor.

É importante observar que nem todos os carros têm a luz de potência do motor reduzida e, portanto, você não pode verificar a luz do motor para saber se há um problema. Em alguns veículos, o aviso é exibido na tela do carro.

Causas comuns de potência reduzida do motor (e como corrigi-las)

Vários fatores podem fazer com que a luz do mecanismo de erro acenda. Encontrar a causa exata deve ser o primeiro passo para obter uma correção. Como os veículos modernos são altamente computadorizados, é fácil escanear o carro com uma ferramenta de varredura e localizar o problema exato no sistema do carro. 

A potência do motor é reduzida pelo seguinte: 

1.      Fios soltos

Seu veículo possui vários fios que conectam diferentes partes para o carro funcionar. Se um desses fios se soltar, pode causar um mau funcionamento em um dos sistemas. 

Esse problema geralmente é o mais fácil de diagnosticar e reparar. No entanto, se você não puder atribuir o defeito a um fio ou aterramento solto, é vital que um mecânico dê uma olhada. 

Consertar: a primeira coisa é desconectar a bateria do carro. Em seguida, inspecione as conexões para garantir que todas estejam no lugar. Se você encontrar um fio solto, reconecte-o. No entanto, evite lidar com fios expostos que podem causar choques. 

2.      Unidade de controle do motor (ECU) com defeito

Com os carros modernos contando com vários sensores e módulos para funcionar, a ECU se torna parte integrante do veículo. Serve como ponto de comunicação para todos os sistemas? módulos e sensores instalados em um carro. 

Consertar: a ECU é praticamente um computador e é seguro deixar que um mecânico especialista cuide de sua fixação. Além disso, o diagnóstico dessa causa requer ferramentas especializadas que você talvez não tenha. 

3.      Falha com o sistema de carregamento 

Os componentes eletrônicos usados em carros modernos dependem incrivelmente da energia da bateria. Além disso, a bateria fornece a energia necessária para acender o motor de partida e garantir que o carro continue funcionando. 

Nos casos em que a carga da bateria diminui, esses sistemas? o funcionamento também é inibido, o que pode fazer com que o motor entre em um modo à prova de falhas. 

Consertar: dependendo do modelo do carro, você pode recarregar ou substituir a bateria para corrigir esse problema. Em alguns casos, limpar os terminais pode ajudar a restaurar a capacidade de recarga da bateria, que pode ser tudo o que é necessário. 

4. Um conversor catalítico obstruído 

Os veículos modernos têm conversores catalíticos para ajudar na redução da poluição do ar. O conversor garante que o monóxido de carbono nocivo liberado pelo veículo seja convertido em dióxido de carbono inofensivo ao passar pelos escapamentos.

Uma vez que é ilegal dirigir um veículo sem / com um conversor defeituoso, os carros modernos avisarão quando o conversor não estiver funcionando como deveria. 

Consertar: Como acontece com a unidade de controle do motor, consertar um conversor catalítico pode ser bastante caro e exigir ajuda profissional. 

5. Corpo do acelerador com defeito

Para que o seu carro regule com eficiência a entrada de ar, o corpo do acelerador deve estar em boas condições. No entanto, há ocasiões em que essa peça é danificada, afetando a quantidade de ar que pode entrar no motor quando você aumenta a pressão no pedal do acelerador.

Se esse sistema quebrar, torna-se difícil injetar mais combustível necessário para aumentar a aceleração.

Consertar: o corpo do acelerador é uma válvula delicada que deve ser manuseada por especialistas. Você pode não saber onde ou como acessar o sensor de posição do acelerador, mas um mecânico especialista saberá. 

É seguro dirigir com a potência do motor reduzida?

Sim. Você pode continuar dirigindo com a potência do motor reduzida. No entanto, não é uma prática recomendada. Como você deve saber, em alguns cenários, dirigir em velocidades muito lentas é perigoso para você e outros usuários da estrada.

Além disso, algumas causas da redução da potência do motor podem levar a um motor emperrado, o que impossibilita a direção do carro. Portanto, quando a luz de erro de potência reduzida do motor acende, só é seguro rebocar o carro até o mecânico mais próximo para que seja verificado, se você não puder resolver o problema sozinho.

Quanto custa consertar problemas de potência do motor reduzidos?

O custo de consertar um motor de potência reduzida dependerá significativamente da causa. Algumas causas, como um fio solto, são muito baratas de resolver. Por outro lado, uma ECU com defeito pode exigir que você gaste milhares para consertar o problema.

Também é essencial observar que os custos de mão de obra podem variar significativamente de um mecânico para outro, caso você escolha a ajuda de um especialista.

Devo consertar DIY ou contratar um mecânico? 

A decisão de contratar ou não um mecânico profissional pode ser determinada pela gravidade do problema. Você pode seguir o caminho do faça-você-mesmo para uma solução simples, como limpar os terminais da bateria ou reconectar fios soltos.

No entanto, quando se trata de soluções mais complexas que também exigem ferramentas especializadas, é seguro procurar a ajuda de um profissional.

Trabalhar com um mecânico ajudará a economizar tempo e evitar as chances de causar mais danos ao carro por cometer erros de novato.

Tomada final 

Os veículos modernos são uma maravilha. São fáceis de conduzir e garantem maior segurança na estrada, mas não estão isentos de desgaste.

Em última análise, é essencial observar que o tipo de cuidado e manutenção que você dá ao seu veículo é vital. Se bem atendido, os sistemas do seu carro funcionarão sem problemas. No entanto, um veículo com manutenção insuficiente pode apresentar problemas que farão com que a luz de potência reduzida do motor se acenda.

Postagem anterior

Cupons, descontos e códigos promocionais da Amazon Automotive

Próximo post

Melhores kits de limpeza para restauração de faróis de 2020